Fitorremediação de solos (SBN)

Fitorremediação || Soluções Baseadas na Natureza (SBN)

As Soluções Baseadas na Natureza (SBN) são soluções para desafios que surgem a partir da necessidade de maior interação entre o ser humano e o meio ambiente. As SBN podem envolver a conservação, restauração ou reabilitação de ecossistemas naturais e/ou o aprimoramento ou a (re)criação de processos naturais em ecossistemas modificados ou artificiais. Assim, as SBN para a gestão da água são intervenções humanas inspiradas e apoiadas pela natureza, que usam ou imitam processos naturais para efetivamente contribuir para a melhor gestão das águas.

As soluções baseadas na natureza são inspiradas e apoiadas pela ONU – Organização das Nações Unidas e usam, ou simulam, processos naturais para oferecer opções para o aperfeiçoamento do gerenciamento dos recursos hídricos. Essas soluções têm como objetivo lidar com problemas como: a escassez e degradação hídrica, o avanço do nível do

mar, as enchentes, o desaparecimento da biodiversidade em terra, mar, etc.

As soluções baseadas na natureza andam em conjunto com a economia verde, entretanto, não estão limitadas apenas à infraestrutura verde, mas tem foco na busca por atingir os ODS – Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável / Agenda 2030. Em termos de custo-benefício, muitas vezes podem ser mais eficientes que a infraestrutura cinza, considerada a principal forma de gestão da águas no Brasil.

De acordo com o coordenador e diretor do Programa Mundial de Avaliação dos Recursos Hídricos (WWAP, na sigla em inglês) da UNESCO, Stefan Uhlenbrook em entrevista ao Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) durante o Fórum Mundial da Água em Brasília (DF), o especialista afirmou que a chamada infraestrutura verde

ou soluções baseadas na natureza, é subutilizada globalmente, respondendo por apenas 5% dos investimentos no setor de água.

Há três principais objetivos que podemos atingir com as soluções baseadas na natureza. Um deles é aumentar a disponibilidade de água, tanto para o consumo como para a agricultura e a indústria. Outro objetivo é aumentar a qualidade da água, que está se degradando devido a uma série de atividades humanas. O último é reduzir os riscos associados à água, como as secas e enchentes. Todos são objetivos do INCT CO2 Zero em parceria com a LIAMARINHA para gestão da água, que podemos atingir através das soluções baseadas na natureza e revitalização de ambientes críticos e vulneráveis.

Diferencial da Tecnologia do INCT/LIAMARINHA em projetos de SBN

Fácil operação e manutenção;
Balanço de carbono com efeito positivo:
Não há geração de lodo;
Valorização do ambiente;
Criação de habitat;
Inexistência de maus odores;
Menor custo;
Tecnologia 100% nacional.

LIAMARINHA

a conceituadíssima LIAMARINHA é uma instituição de base tecnológica que trabalha com o desenvolvimento e aplicação de biotecnologias ecológicas e sustentáveis para o tratamento e remediação de águas e efluentes. Através da inovação tecnológica e processos sustentáveis, nós oferecemos soluções que priorizam a revitalização do meio ambiente e melhoram a qualidade de vida e saúde da população. Para isso, oferecemos tecnologias que podem melhorar a qualidade das águas, tratar efluentes sanitários e industriais, revitalizar e remediar corpos e cursos d’água.

A grande demanda por tecnologias de baixo custo, sustentáveis e com apelo ambiental vêm ganhando espaço em diversos setores da indústria. Pensando nisso, a LiaMarinha oferece soluções que não utilizam produtos químicos, não demanda energia elétrica e tem baixo custo de operação e manutenção quando comparado aos sistemas convencionais e até mesmo outras soluções baseadas na natureza mas que possuem alto custo operacional. As nossas soluções além de eficientes, permitem integrar a sociedade em ambientes esteticamente agradáveis, estimulando o desenvolvimento da consciência socioambiental.

Ilhas flutuantes

As ilhas flutuantes são uma solução baseada na natureza, que imitam as zonas úmidas naturais, áreas que apresentam grande capacidade de filtrar contaminantes orgânicos e inorgânicos da água. Elas possibilitam a realização da fitorremediação das águas de forma controlada, uma vez que servem como suporte para vegetação utilizada.

A estrutura das ilhas flutuantes é formada por módulos que apresentam características como flutuabilidade, durabilidade, flexibilidade, fácil instalação e acessibilidade. Esta estrutura é envolvida por uma camada de fibra orgânica natural e complementada por um meio de plantio para o crescimento da vegetação. A vegetação é fixada nas ilhas flutuantes de forma a criar um ecossistema sustentável que proporciona habitat para a fauna selvagem e enriquece a biodiversidade aquática.

Com o crescimento da vegetação, sobre a ilha, as raízes submersas se tornam uma superfície atraente para os microrganismos, que depuram a água através da decomposição, absorção e transformação metabólica de nutrientes e outros contaminantes. Essa área de superfície das raízes também ativa processos físicos como filtragem e aprisionamento de sólidos em suspensão.

Barreiras filtrantes

As barreiras filtrantes são uma medida para controle e estabilização de partículas sólidas, auxilia na biodegradação e adsorção de alguns metais. As barreiras filtrantes são compostas de material geotêxtil e fibras orgânicas naturais.

O uso da barreira suaviza o fluxo de escoamento da água e retém material suspenso, esse material sedimenta e se deposita no fundo do rio. A utilização da fibra orgânica na barreira acrescenta um sistema que apresenta eficiência na adsorção de metais, elevada capacidade de retenção de umidade e alta porosidade, o que possibilita sua atuação na redução da turbidez através da retenção de sólidos em suspensão e dissolvidos, e como suporte para o crescimento e manutenção de microrganismos, que serão responsáveis por degradar a matéria orgânica presente na água.

Escolha as soluções SBN do INCT CO2 ZERO – LIAMARINHA

Com o interesse de preservar os diversos corpos hídricos, o tratamento ecológico de esgoto e a remediação/recuperação de ecossistemas aquáticos, colaboramos para tomada de decisão inerente à gestão municipal que por ser uma mudança de paradigma no tratamento de efluentes e resíduos, necessita de uma orientação especializada e nosso corpo técnico está pronto para orientar projetos dos mais diversos portes e de soluções variadas;

Um grande diferencial do INCT é que como o tratamento SbN não gera lodo nem odor e deve ser visto como uma tecnologia inovadora a ser considerada na construção de novas ETEs ou ETAs por não gerar passivos ambientais devido a transportes e destinação destes

resíduos, e para além disso, as tecnologias que empregamos, atingem os parâmetros exigidos pelos órgãos ambientais em um nível até superior, sem a necessidade de produtos químicos. Além de ocorrer uma valorização imobiliária do local, podendo se configurar como um parque público visitável – Jardim Flutuante.

Os nossos projetos somam nos atrativos turísticos da cidade, aliando natureza e biotecnologia de ponta e promover a conservação da biodiversidade da fauna e da flora, assegurando a conservação do patrimônio ambiental e paisagístico e contribuindo com o crescimento urbano responsável e inteligente.

A filosofia de trabalho do INCT CO2 Zero e Liamarinha estão afinados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU no que tange políticas públicas para o desenvolvimento sustentável. As SbN – soluções tecnológicas baseadas na natureza são capazes de promover 10 dos 17 objetivos, principalmente na promoção de sustentabilidade econômica, social e ambiental, universalização de acesso a águas de qualidade. A caracterização esperada para o efluente sanitário urbano é apresentada seguindo os valores constantes na NBR 7229/92 e literaturas complementares.